Formulário de Contato

Veja as atualizações dos Sitreps até 30 de março

Veja as atualizações dos Sitreps até 30 de março

SDS/UnB divulga relatórios sobre a pandemia do novo coronavírus no DF, Brasil, mundo e Palop

Texto: Isabella Valenza (extensionista do Programa de Comunicação Comunitária – FAC/UnB e da Sala de Situação da UnB)

Os Relatórios de Situação ou Situation Reports (Sitreps), realizados pela equipe da Sala de Situação da Universidade de Brasília, são produzidos para reportar a situação do cenário atual sobre a pandemia da Covid-19. No site, novos dados estão disponíveis, atualizados na terça-feira (30). Os relatórios são referentes ao Distrito Federal, Brasil, mundo e aos Países Africanos de Língua Portuguesa (Palop). 

Os documentos são materiais técnicos, com análises epidemiológicas dos casos, óbitos, insumos, entre outras informações oferecidas, por meio de bancos de dados e painéis de monitoramento oficiais.

De acordo com o monitoramento da Secretaria de Saúde (SES/DF), o DF contabiliza 343.111 casos confirmados desde o início da pandemia. São 1.353 novos casos em 24 horas e 5.912  óbitos.

A capital apresenta elevada ocupação dos leitos. O risco ainda é muito alto e para reverter esse cenário crítico, o epidemiologista e vice-coordenador da SDS/UnB, Mauro Sanchez, ressalta que é preciso manter as medidas de isolamento social, usar  máscara, além de  álcool 70% para a higienização das mãos. Segundo ele, essas medidas ajudam a controlar este momento crítico que, aliadas à aceleração da vacinação, é possível caminhar no sentido da solução. 

No Brasil, segundo os dados da Organização Mundial da Saúde, o número de pessoas infectadas totaliza em 12.658.109 casos, sendo 84.494 em 24 horas. Mais de 317.646 brasileiros perderam a vida, vítimas do novo coronavírus. A Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) apontou que a unidade de terapia intensiva (UTI) pela Covid-19 no Sistema Único de Saúde (SUS) está em “estado de extrema crítica”, com 15 capitais tendo mais de 90% de ocupação. Vale destacar que 8% da população recebeu a primeira dose da vacina e 2,34% recebeu a segunda dose. Os estados do Mato Grosso do Sul e Amazonas possuem a maior taxa de vacinação do país.

Segundo os dados da Organização Mundial da Saúde e da Universidade Johns Hopkins, no mundo, foram contabilizadas 127.349.248 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. São 427.964 novos casos nas últimas 24 horas e 2.787.593 evoluíram para óbito. As Américas representam 48% dos óbitos no mundo e 44% no número de casos. No total, 520.000.000 de doses de vacinas foram administradas. 

Nos Países Africanos de Língua Portuguesa, de acordo com o monitoramento da Organização Mundial da Saúde, são  119.378 pessoas infectadas, com 1.665 mortes.

Confira aqui mais detalhes sobre os Sitreps com atualizações até 30 de março.

1 comment

Por essa razao, os locais de vacinacao a serem escolhidos sao aqueles que dispoem de sala de vacinacao em conformidade com as recomendacoes do referido manual. Nesse caso, os Hospitais Distritais e Policlinicas Navais sao as organizacoes Militares que reunem condicoes de receber a Familia Naval. Num primeiro momento, a vacinacao volante nao e cogitada. Ao ser demandada, a MB apoiara o Ministerio da Saude na campanha de vacinacao contra a COVID-19, disponibilizando as instalacoes das Organizacoes Militares Hospitalares como Postos de Vacinacao, bem como os militares e servidores civis, para atenderem a Familia Naval e a populacao em geral, seguindo o previsto no Plano Nacional de Operacionalizacao da Vacinacao contra a COVID-19. O Saude Naval promovera a divulgacao dos locais de vacinacao, de acordo com as informacoes disponibilizadas pelas secretarias de saude locais. Importante ressaltar que a Familia Naval podera buscar atendimento nos Postos de Saude locais, proximos a sua residencia, visando diminuir o deslocamento ate as Organizacoes Militares de Saude da MB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa da nossa ajuda?
A Sala de situação quer te apoiar a melhorar seu trabalho, conte conosco para fortalecer a vigilância em saúde em sua área de atuação.