Formulário de Contato

Confira o SITREP da semana epidemiológica de 01 de agosto a 07 de agosto com  as últimas informações sobre a situação da saúde animal em todo mundo

Confira o SITREP da semana epidemiológica de 01 de agosto a 07 de agosto com  as últimas informações sobre a situação da saúde animal em todo mundo

Por: Comunicação SDS

No Sitrep #52 houve dez relatórios de saúde animal em todo o mundo. Em Israel houve um surto de Peste dos Pequenos Ruminantes em uma fazenda de criação de ovinos. Um primeiro grupo de mais de 2.000 cordeiros chegou à propriedade e, logo após, um novo grupo de 1.300 animais. Após alguns dias, os sintomas iniciaram em 19 animais do primeiro grupo, que vieram a óbito. No segundo grupo, três animais apresentaram sintomas. Ambos os grupos foram vacinados e outras medidas de controle foram tomadas. Até o momento, a doença foi confirmada em 171 animais, com 165 mortes. 

Além disso, também em Israel, foram notificados dois surtos de brucelose em fazendas leiteiras. A primeira apresentou mais de 100 animais suscetíveis, sendo 40 deles confirmados com a bactéria. Foram mortos e descartados 70 bovinos, incluindo os positivos, e os outros 39 animais foram abatidos. Na segunda fazenda, dentre 159 animais, 42 foram confirmados com a doença, que também foram encaminhados para o abate. 

No Malawi, foram notificados surtos causados pelo fungo Aphanomyces invadans, que causa aphanomicose granulomatosa epizoótica em peixes. Cerca de 500 kg do peixe-gato africano de dentes afiados foram considerados suscetíveis. As espécies mais atingidas foram Clarias gariepinus e Calliptera sp. Medidas de controle, como a triagem, foram aplicadas.

Ainda no Malawi, foram reportados casos de Febre Aftosa. Um fazendeiro adquiriu bovinos em um mercado da região e os misturou ao da sua propriedade. Após dois dias, os sintomas surgiram em alguns animais. Cerca de 800 bovinos foram considerados suscetíveis, 30 deles positivos. As medidas de controle já foram adotadas.

Em Moçambique, houve um surto de Febre Aftosa em uma aldeia. Mais de 9.000 bovinos foram considerados suscetíveis e 104 animais foram confirmados, sem nenhum óbito. Já na Rússia, houve a notificação de dois surtos de Influenza A de alta patogenicidade em uma criação de frangos e uma criação de subsistência. Na primeira locação, mais de 7.000 aves foram consideradas suscetíveis e 10 foram diagnosticadas com o vírus, sendo que duas vieram a óbito.

Na Moldávia, houve também um surto de Influenza A de alta patogenicidade em uma criação de subsistência. A origem da infecção é desconhecida e 17 aves consideradas suscetíveis, sendo dois casos confirmados, além de duas mortes pela doença. Medidas de controle foram aplicadas. Também na Moldávia, houve a notificação de casos de Peste Suína Africana em porcos domésticos. Cerca de 14 suínos foram suscetíveis e dois animais vieram a óbito pela doença.

O Panamá notificou a ocorrência de larvas em um bovino ocasionada por Cochliomyia hominivorax em uma fazenda. Cerca de 80 bovinos foram considerados suscetíveis e um único animal foi confirmado. Medidas de controle foram adotadas.

Acesse SITREP #52 aqui.

O que é SITREP Animal?

O Sitrep Animal é um documento que tem foco na divulgação de eventos de importância em saúde única internacional, com foco preventivo e informativo, baseado na vigilância de eventos através de canais diretos e indiretos, como sites oficiais e ferramentas de busca na internet. Sua importância se revela diante da praticidade e da confiabilidade trazidas, pois auxilia na análise epidemiológica da saúde animal em todo o mundo. Assim, contribui para profissionais da área de maneira que eles possam ficar a par das notificações feitas em determinado período.

Os Sitreps são feitos por estudantes residentes da Sala de Situação que, com o auxílio de um professor orientador, buscam esses dados em fontes seguras e os integram em um documento. Semanalmente, os dados são atualizados e reportados pelos alunos.

Saúde Única

Esse conceito surgiu para centralizar a integração entre saúde humana, saúde animal e saúde ambiental. Dessa forma, para garantir que a saúde única, ou One Health, em inglês, seja viabilizada na prática, é necessário que haja uma abordagem transdisciplinar, a qual resulte em ações que impactem os três âmbitos. Um exemplo é o controle de zoonoses, que traçam atividades de vigilância e prevenção de forma direta ou indireta sobre populações de animais alvo, que refletem em um benefício direto para a saúde humana. Assim, One Health torna-se fundamental para ultrapassar a barreira que divide as diferentes esferas de saúde e integrar as ações desses profissionais, tornando a saúde única.

O segmento One Health da Sala de Situação de Saúde é um grupo formado por seis integrantes fixos e quatro volantes. A cada mês, quatro membros do Programa de Residência Médica Veterinária da Universidade Nacional de Brasília integram os trabalhos do grupo. A intenção da equipe é introduzir atividades práticas e científicas no campo da saúde única.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Precisa da nossa ajuda?
A Sala de situação quer te apoiar a melhorar seu trabalho, conte conosco para fortalecer a vigilância em saúde em sua área de atuação.

    pt_BRPT_BR