Formulário de Contato

12.01 Idosos e fatores de risco de infecção e mortalidade com COVID-19

Estudos realizados sobre o novo coronavírus mostram que as infecções na
população em geral são altas e grupos mais vulneráveis como idosos têm mais chance de desenvolver a forma grave da doença e a maioria das mortes ocorreram em idosos com idade acima de 60 anos, grupo populacional que particularmente sofre de outras comorbidades como hipertensão, diabetes, doenças do trato respiratório, que em contato com o vírus podem ter maiores complicações com relação a saúde, até mesmo levar ao desfecho de óbito (SBGG, 2020).
Relatório semanal de morbidade e mortalidade, publicado em 26 de março de 2020 no Morb Mortb Wally Rep – Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, demonstrou que estudos de casos relatados na China, aproximadamente 80% das mortes ocorreram entre adultos com idade acima de 60 anos e apenas 0,1% em uma pessoa com idade inferior a 19 anos.
De acordo com o Boletim Epidemiológico 15, publicado pelo Ministério da
saúde, no Brasil, até o dia 08 de maio de 2020, foram confirmados 145.328 casos por COVID-19, com 9.897 (6,8%) óbitos, 76.134 (52,4%) estão em
acompanhamento e 59.297 (40,8%) já se recuperaram da doença. Levando em consideração o número de casos e óbitos registrados no país, São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Pernambuco e Amazonas são os estados com maiores taxas de incidência da doença. Em relação a taxa de mortalidade, São Paulo apresentou a maior delas com 3416 óbitos, seguido do Rio de Janeiro com 1.503, Ceará com 966, Pernambuco com 927 e Amazonas com 874 óbitos. Já o número de hospitalização por Síndrome Respiratória Aguda Grave decorrente do COVID-19 apresentou ser maior entre a faixa etária 30 a 39 a 70 a 79 anos. (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2020).
Com base nos dados citados, percebe-se que a necessidade de hospitalização em leitos de UTI é maior em idosos, sendo necessário a adoção de medidas de prevenção voltada aos idosos para que seja evitado o número de casos
de adoecimento e agravamento da saúde resultando em hospitalização e em alguns casos o óbito para esse grupo populacional.

Comment on this FAQ

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa da nossa ajuda?
A Sala de situação quer te apoiar a melhorar seu trabalho, conte conosco para fortalecer a vigilância em saúde em sua área de atuação.