Formulário de Contato

09.02 Fatores que modificam os mecanismos imunológicos

Conforme Martínez e Alvarez-mon (1999), são inúmeros os fatores capazes
de modificar o comportamento do sistema imunológico, veja exemplos:
I. Idade: nos indivíduos mais jovens e nos idosos observa-se uma maior
vulnerabilidade às infecções, que está atrelada com a capacidade
imunológica limitada nessas faixas etárias.
II. Fatores genéticos: eles têm papel considerável na eficiência da
resposta imunológica e apresentam relação em determinados níveis
de suscetibilidade a certas infecções na população.
III. Metabólicos que podem ser ambientais, anatômicos, fisiológicos,
nutricionais e microbiológicos: podem ser evidenciados em níveis
reduzidos de secreção hormonal pancreática, supra-renal e tireoidiana.
IV. Fatores nutricionais: as consequências prejudiciais das insuficiências
de níveis dietéticos específicos, minerais, aminoácidos e vitaminas do
complexo B estão vinculados ao desenvolvimento da imunidade
adquirida, tanto humoral quanto celular. São exemplos:
A. Deficiência de ferro: tem correlação com a predominância de
infecções;
B. E o déficit de zinco e magnésio estão atrelados a quedas de
imunidade;
C. Indivíduos mal nutridos têm a produção de interleucina-1 e dos
fatores do complemento reduzida, além de apresentarem uma
restrição importante da elevação das proteínas de fase aguda
em processos infecciosos e inflamatórios.
Outros aspectos do cotidiano também exercem forte influência sobre o
funcionamento do sistema imunológico, como: tabagismo, viver em condição de estresse, sedentarismo, sono desregulado etc.

Comment on this FAQ

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa da nossa ajuda?
A Sala de situação quer te apoiar a melhorar seu trabalho, conte conosco para fortalecer a vigilância em saúde em sua área de atuação.