Formulário de Contato

10.01 Manejo clínico de gestante com suspeita de COVID-19 na Atenção Especializada

As informações disponíveis sobre os efeitos da infecção pelo COVID-19 nas gestantes são limitadas, na atualidade estão sendo realizadas pesquisas para entender melhor o impacto do vírus do COVID-19 nestas pacientes. A gestação produz alterações no sistema imunológico e a resposta às infecções virais em geral podem causar sintomas graves, com isso as gestantes tornam-se grupo de risco e medidas de precauções devem ser tomadas para evitar a infecção pelo COVID-19.

A atenção prioritária às gestantes se dá pelas características própria dessa fase, quando ocorrem alterações no organismo, alterações adaptativas à gestação(RCOG, 2020). Com isso, há preocupação de gestante se infectar com o COVID-19 e desenvolver formas graves da doença, requerendo suporte de saúde em UTI (LIU et al. , 2020; ZHU et al,. 2020).

Os serviços de saúde obstétrica é considerado essencial e é necessário que os profissionais que atuam prestando este serviço estejam atualizados e treinados para tomada de decisões no atendimento de pessoas suspeitas ou com a infecção confirmada por COVID-19 ( RASMUSSEM E JAMIESONM, 2020).

O Ministério da Saúde disponibilizou uma cartilha de orientação de manejo clínico de gestantes com suspeita de COVID-19 na Atenção Especializada.

Fonte: Ministério da Saúde, 2020

O Ministério da Saúde (MS) recomenda que o protocolo de diagnóstico em gestantes siga o protocolo para a população adulta geral (Protocolo de Manejo Clínico da COVID-19 na Atenção Especializada). Salienta-se cuidado em alguns pontos:

  1. Todas as gestantes e puérperas passam pela triagem e devem ser orientadas sobre o uso obrigatório de máscara de proteção facial.
  • Aquelas com síndrome gripal deverão ser encaminhadas para atendimento em ambiente separado.
  • Se houver acompanhante, este também deve ser triado, orientado sobre o uso obrigatório de máscara de proteção facial e da não circulação pela maternidade. O número de acompanhantes deve  ser restrito à capacidade do setor considerando-se o afastamento preventivo.

Algumas medidas vêm sendo tomadas para evitar exposição e risco de COVID-19 entre gestantes e os profissionais da saúde em ambulatórios de pré-natal como reduzir o números de consultas físicas de pré-natal e quando necessário esta consulta física a gestante preferencialmente venha sem acompanhante, evitando assim aglomerações desnecessárias. Gestantes com comorbidades como diabetes e hipertensão devem seguir com os protocolo de consultas rotineira (Ministério da Saúde, 2020).

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que as gestantes com sintomas de COVID-19 devem ser priorizadas para testagem, caso testem positivo podem necessitar de cuidados especializados.

Para todos os atendimentos presenciais recomenda-se seguir as orientações do Ministério da Saúde que orienta as ações de saúde pública para o uso de equipamentos de proteção individual pelos profissionais da saúde e de máscara pela gestante durante todo o período que permanecer fora de casa, já que pessoas assintomáticas também podem infectar outros indivíduos (Ministério da Saúde, 2020).

Referências:


MINISTÉRIO DA SAÚDE. COVID-19 | NOTA TÉCNICA N. 02/2020 – Orientações Técnicas para as Maternidades em Período de COVID-19 . Disponível em: https://www.coronavirus.rs.gov.br/upload/arquivos/202006/04181050-nt-02-orientacoes-tecnicas-para-as-maternidades-em-periodo-da-covid-19 02jun.pdf. Acesso em: 10 Agosto 2020.
MINISTÉRIO DA SAÚDE. Protocolo de Manejo Clínico do Coronavírus (COVID-19) Na Atenção Primária à Saúde. Disponível em: https://www.saude.gov.br/images/pdf/2020/marco/20/20200318ProtocoloManejo-v. Acesso em: 10 Agosto 2020.
Protocolo de Manejo Clínico de Gestantes com suspeita ou confirmação de Covid-19. Disponível em: https://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/wp-content/uploads/2020/04/Protocolo-Manejo-Gestante-e-Covid-UNICAMP.pdf.
Acesso em: 10 Agosto 2020.
Atenção à gestante – Coronavírus (Covid-19). Disponível em:
< https://saude.to.gov.br/area-tecnica-de-saude-da-mulher/atencao-a-gestante—coronavirus-covid-19-/ > Acesso em 14 de Setembro de 2020.
Covid-19: Manejo Clínico de gestantes, adultos e Idosos na Atençao Especializada Disponível em: <https://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/atencao-mulher/covid-19-fluxos-de-manejo-clinico-de-gestantes-adultos-e-idosos-na-a tencao-especializada > Acesso em 14 de Setembro de 2020.
RONDELLI, G; JARDIM,D; HAMAD, G; LUNA, E; MARINHO, W; MENDES, L; SOUZA, K; GRATÃO, L; Assistência às gestantes e recém-nascidos no contexto da infecção Covid-19: uma revisão sistemática. Revista interdisciplinar da universidade Federal do Tocantins; Revista desafios v7, n. supl. Covid-19, 2020. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/desafios/article/view/8943 Acesso em 14 de Setembro de 2020.
LIU, Y. et al. Clinical manifestations and outcome of SARS – COV2 Infection during pregnancy. Journal of infection, p.1. Disponível em <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7133645/ > Acesso em 14 de Setembro de 2020.
RASMUSSEM, S. A.; JAMIESON, D.J. Coronavirus Disease 2019 (Covid-19) and Pregnancy. Obstetrics & Gynecology, v.00.n. 00, p. 1, 2020. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/32105680 Acesso em 14 de Setembro de 2020.

Comment on this FAQ

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa da nossa ajuda?
A Sala de situação quer te apoiar a melhorar seu trabalho, conte conosco para fortalecer a vigilância em saúde em sua área de atuação.