Formulário de Contato

Confira o SITREP desta semana epidemiológica de 13 de junho a 19 de junho com as últimas informações sobre a situação da saúde animal em todo mundo

Confira o SITREP desta semana epidemiológica de 13 de junho a 19 de junho com as últimas informações sobre a situação da saúde animal em todo mundo

Por Ana Júlia Santos com supervisão de Milena Marra | Comunicação SDS
Residente: Talita Góes do Programa de Residência: Clínica Médica de Pequenos Animais

No Sitrep #45, desta semana epidemiológica, houve cinco relatórios de saúde animal em todo o mundo. Nesta semana, foi relatado um surto de Gripe Aviária (H5N1) de alta patogenicidade em Ihlow na Alemanha, região  em  que  a  enfermidade  já  havia  sido  erradicada. Houve 14.850 aves domésticas consideradas suscetíveis e 10 foram positivas por meio do exame de PCR. Medidas de controle foram adotadas.

No final dessa semana, foi reportado a ocorrência de um único caso de Influenza Equina na Finlândia. A origem da infecção se deu através do transporte legal de animais para o país. Até o presente momento, não foi registrada nenhuma morte, tampouco informadas as medidas de controle relativas ao evento. Vale ressaltar que a Influenza Equina é uma doença infecciosa viral que acomete o sistema respiratório de equídeos e, até então, era considerada erradicada na Finlândia, tendo seu último caso reportado no ano de 2012. 

Durante a semana, foi notificado um surto de rinotraqueíte bovina na cidade de Mistelbach, situada na Áustria, a doença era considerada erradicada na região e a origem do surto foi a introdução  de  novos  animais  ao  rebanho. Quatro casos foram confirmados e medidas de controle já foram tomadas. Vale ressaltar que a Rinotraqueíte infecciosa bovina é uma doença causada pelo herpesvírus bovino tipo 1 (HVB-I), podendo estar presente no indivíduo de forma latente, sem apresentar os sinais clínicos da doença.

Além disso,  a Ucrânia notificou  um  surto  de  Peste  Suína  Clássica,  de  origem desconhecida até então. Tal evento trouxe registros de cinco animais domésticos suscetíveis à doença, porém apenas um deles desenvolveu sinais clínicos e veio a óbito. Medidas de controle como desinfecção,  inspeção  ante  e  post-mortem, entre outras, foram adotadas.

Esta semana também foi relatado um caso de peste suína africana em Fsati-Phond na Rússia. Um caso foi confirmado num javali, que veio a óbito. A origem do surto ainda é desconhecida. É válido ressaltar que a  situação  epidemiológica  da  Peste  Suína  Africana  (PSA)  na  Europa,  continua  a  agravar-se devido à disseminação da doença a novas áreas livres, com elevado número de focos em suínos domésticos e em javalis.

O que é SITREP Animal?

O SITREP Animal é um documento que tem foco na divulgação de eventos de importância em saúde única internacional, com foco preventivo e informativo, baseado na vigilância de eventos através de canais diretos e indiretos, como sites oficiais e ferramentas de busca na internet. Sua importância se revela diante da praticidade e da confiabilidade trazidas, pois auxilia na análise epidemiológica da saúde animal em todo o mundo. Assim, contribui para profissionais da área de maneira que eles possam ficar a par das notificações feitas em determinado período.

Os SITREPS são feitos pelos alunos residentes da Sala de Situação que, com o auxílio de um professor orientador, buscam esses dados em fontes seguras e os integram em um documento. Semanalmente os dados são atualizados e reportados pelos alunos.

Saúde Única

Esse conceito surgiu para centralizar a integração entre saúde humana, saúde animal e saúde ambiental. Dessa forma, para garantir que a saúde única, ou One Health, em inglês, seja viabilizada na prática, é necessário que haja uma abordagem transdisciplinar, a qual resulte em ações que impactem os três âmbitos. Um exemplo é o controle de zoonoses, que traçam atividades de vigilância e prevenção de forma direta ou indireta sobre populações de animais alvo, que refletem em um benefício direto para a saúde humana. Assim, One Health torna-se fundamental para ultrapassar a barreira que divide as diferentes esferas de saúde e integrar as ações desses profissionais, tornando a saúde única.

O segmento One Health da Sala de Situação de Saúde é um grupo formado por seis integrantes fixos e quatro volantes. A cada mês, quatro membros do Programa de Residência Médica Veterinária da Universidade Nacional de Brasília integram os trabalhos do grupo. A intenção da equipe é introduzir atividades práticas e científicas no campo da saúde única.

Residente: Talita Góes

Programa de Residência: Clínica Médica de Pequenos Animais

Acesse o documento completo neste link ou abaixo:

Deixe um comentário para Anônimo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Precisa da nossa ajuda?
A Sala de situação quer te apoiar a melhorar seu trabalho, conte conosco para fortalecer a vigilância em saúde em sua área de atuação.

    pt_BRPT_BR